O teste do algodão e uma receita [experiências]

Ando a fazer algumas experiências para o meu mês de cosméticos homemade e já pude constatar o seguinte:

  1. O óleo de coco é o substituto natural perfeito para o desmaquilhante ou leite de limpeza. Usei, excepcionalmente, um disco de algodão (já só uso estes discos de flanela) para usar o branco do algodão como prova irrefutável da sua eficácia como produto de limpeza da pele e… voilá. A imagem fala por si: há claramente uma mancha mais escura após a limpeza da pele num dia normal, sem maquilhagem.Inconvenientes de usar óleo de coco para limpar a pele todas as noites: de inverno, o óleo de coco solidifica e é necessário derretê-lo previamente. Tenho posto uma tigela com uma noz de óleo de coco em cima do aquecedor no quarto das miúdas e ao fim de 2 minutos está líquido, mas convenhamos: não é a solução mais prática do mundo seis meses por ano…
  2. A receita deste livro de gel de banho é óptima. Além de ser super fácil e rápido de fazer, dá ainda para usar como sabonete líquido para as mãos. Lava, produz alguma espuma (os produtos de banho naturais não produzem tanta espuma como os de compra) e tem um cheiro agradável a sabão.
    Aspectos a melhorar:
    A) para gel de banho, ficou demasiado líquido. Talvez se, da próxima vez, usar sabão de marselha sólido em vez de líquido consiga obter uma consistência mais espessa.
    B) Deixa a pele ligeiramente com a sensação de pele repuxada. Não gosto. Quando voltei a ler a receita percebi porquê: não tem nenhum óleo ou hidratante natural, como óleo de amêndoas doces, de argão, mel ou azeite. Para a próxima vou experimentar com um destes.

    Receita de gel de banho natural
    350 ml de água + gel de aloe vera + hidrolato 
    120 ml de sabão de marselha líquido
    1 colher de chá de óleo essencial (eu usei de rosa)
    Misturar tudo num frasco de vidro e agitar bem (convém agitar sempre antes do uso, porque o sabão tem tendência para subir)

  3. A receita de shampô do mesmo livro revelou ser um autêntico desastre. Este livro sugere lavar o cabelo apenas com bicabornato de sódio ou vinagre de cidra e, bom, ainda não estou preparada para dar este passo. Nem sei se alguma vez estarei, com a quantidade de vezes que tenho de lavar o cabelo por semana por causa das idas ao ginásio. Mas tudo a seu tempo. Como alternativa a estas soluções, o livro propõe uma receita de shampô com base em leite de coco. Reza assim: leite de coco, sabão de marselha líquido, óleo de jojoba, óleo de abacate, óleo essencial de rosmaninho e óleo essencial de hortelã-menta. Misturar tudo. A razão porque não vos dou as quantidades é porque não devem experimentar esta receita nunca! A não ser que queiram passar dois dias com o cabelo como se tivesse sido lambido por uma vaca. Nesse caso, contactem-me!
  4. Fazer um esfoliante natural é muito fácil, basta juntar açúcar ou sal grosso e umas colheres de um óleo à escolha. Mas o açúcar (branco, amarelo ou mascavado) é uma opção muito mais agradável do que o sal, que se assemelha a uma verdadeira lixa e é completamente desaconselhado para esfoliar o rosto. Conselho de quem já experimentou os dois.

    Por enquanto é só isto. E vocês, que conselhos de beleza natural me podem dar?